fbpx

(11) 4191-6860 (11) 4195-5436 (11) 94337-3535 (Venda de peças) (11) 99922-6705 (Orçamentos/Projetos) (11) 96373-8353 (Manutenções)

Paisagismo: conheça os tipos de jardins mais utilizados e inspire-se!

Em muitas culturas, o jardim representa um local singular e sublime, pois é considerado a união do homem com a natureza. Sabendo disso, ao longo dos anos, novos modelos de jardins foram surgindo, de acordo com as sociedades, valores e os gostos.

Atualmente, utilizamos os mais diversos tipos, a depender do local, condições sociais e econômicas e do desejo do proprietário. Porém, poucas pessoas conhecem essa diversidade, e é disso que vamos falar no post de hoje.

Acompanhe a leitura e conheça alguns dos estilos de jardins mais utilizados ao redor do mundo e inspire-se para seus futuros projetos.

Jardim Inglês

No jardim inglês, os elementos são posicionados praticamente de forma aleatória, mas não se engane! A concepção do projeto é estrategicamente pensada para passar justamente essa sensação. Frequentemente encontram-se lagos, quiosques, pedras e símbolos que remetem a tempos passados.

Outra característica forte do jardim inglês é a assimetria e a diversidade de espécies de plantas utilizadas, como espelhos d’água, herbáceas, arbustivas, flores silvestres de diversas cores e forrações, mantidas em sua forma natural, sem podas ou cortes.

Jardim Italiano

O jardim italiano conta com muitas estátuas decorativas, fontes de água, vasos de cerâmica e vários tipos de flores e árvores frutíferas, sempre transmitindo um clima romântico e clássico. As plantas escolhidas precisam ser de origem mediterrânea ou temperada, capazes de aguentar o frio e a seca, mas muito floríferas na primavera.

Jardim Francês

Também conhecido como jardim clássico, os jardins franceses possuem muitos caminhos e canteiros bem definidos, com arbustos verdes bem podados, além de vários elementos arquitetônicos, como esculturas, colunatas, lagos e bancos.

Por mais que precise de uma manutenção constante, os jardins franceses são os mais utilizados em projetos paisagísticos. O modelo foi criado no século XVII, durante o reinado de Luís XIV e sua estética representa um total domínio do homem sobre a natureza.

Jardim oriental ou japonês

Os jardins orientais valorizam as paisagens naturais e dão a impressão de mais amplitude. Neles, são utilizadas flores delicadas, como as orquídeas, combinadas com espécies exóticas, como o bambu.

O jardim oriental é marcado pela tranquilidade e relaxamento, e tem como objetivo servir como um refúgio espiritual para meditação. Além disso, as áreas são repletas de estátuas religiosas e de animais, e com lanternas tradicionais, que remetem à cultura japonesa. Portanto, há muitas pedras, bonsais, lagos, carpas e fontes.

Jardim árido ou rochoso

No jardim árido ou rochoso, encontramos uma vegetação típica de climas secos e áridos, com muitas plantas suculentas, cactos e plantas xerófitas. Ao invés de grama, o solo possui uma camada de areia e pedras. Por isso, é um tipo de jardim que não exige um cuidado diário, com podas e regas constantes, para não haver acúmulo excessivo de água e prejudicar as plantas.

Por mais que o jardim árido não seja a escolha preferida de muitas pessoas, é um estilo que possibilita muitas composições elegantes, sendo também muito utilizado em espaços bem pequenos, onde não é possível ter um jardim completo.

Como vimos acima, para cada tipo de jardim, são utilizadas várias espécies de plantas. Umas exigem uma demanda maior de água e outras nem tanto. Daí a importância de contar com um sistema de irrigação adequado para o seu projeto. Contate a Irrigamatic e conheça nossas soluções para um jardim sempre saudável e bem cuidado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *