fbpx

(11) 4191-6860 (11) 94337-3535 (Venda de peças) (11) 99922-6705 (Orçamentos/Projetos) (11) 96373-8353 (Manutenções) (11) 4195-5436

Conheça os principais tipos de sistemas de irrigação

A irrigação é uma técnica agrícola que consiste em fornecer água para os mais variados tipos de plantas e culturas, de forma controlada, em volume suficiente e no período adequado.

Antigamente, as terras eram consideradas infinitas para a agricultura e pouco se investiu em métodos de seu aproveitamento.

Porém, após vários anos de pesquisas e estudos, muitas técnicas de irrigação foram desenvolvidas para encontrar práticas que garantissem menos impactos negativos à natureza e, ao mesmo tempo, fossem capazes de ampliar a produtividade.

Hoje sabemos que a irrigação é fundamental na agricultura e também para jardinagem. Por isso, é imprescindível conhecer os principais sistemas de irrigação e fazer a escolha mais adequada para seu uso, dependendo do seu tipo de negócio.

Neste artigo vamos conhecer um pouco sobre cada um deles, destacando os seus benefícios e as suas aplicações. Confira!

Principais tipos de irrigação

Para cada necessidade e forma de plantio há um tipo de irrigação adequada. Veja abaixo os mais utilizados:

Irrigação por aspersão

O sistema de irrigação por aspersão é um dos mais utilizados no mercado, já que pode ser comparado ao processo natural de rega, ou seja, faz uma simulação de uma chuva.

Essa técnica lança jatos de água pelo ar, direcionado para a região onde está o plantio a ser molhado.

Durante o processo, por causa da pressão, a água é transformada em gotículas, deixando esses jatos mais uniformes e com a distribuição ideal para os cultiváveis crescerem fortes e resistentes.

Esse sistema de irrigação pode ser utilizado em qualquer tipo de plantação e solo e sua aplicação é muito comum em grandes áreas por causa do seu maior alcance.

Como vantagem, há o baixo custo de mão de obra há o baixo custo de mão de obra e eficiência na distribuição de água.

A desvantagem é o aumento de doenças causadas pelas folhagens úmidas e alto custo de energia.

Irrigação por microaspersão

O sistema de irrigação por microaspersão também lança jatos direcionados para as plantações. Porém, a microaspersão é muito mais suave, uniforme e até mais econômica.

Portanto, ele é considerado mais eficiente que o sistema de aspersão convencional.

Ele também é muito indicado para diversos tipos de lavouras, mas os cultivos de flores e jardinagens os utilizam com maior frequência, justamente por causa da intensidade mais amena.

Irrigação por gotejamento

A irrigação por gotejamento é um sistema de irrigação localizada, onde os gotejadores são dispostos próximos às plantas.

Por meio deles, a cultura é irrigada sem que a folhagem se molhe, pois somente o solo recebe a água.

Esse sistema de irrigação pode ser usado para praticamente qualquer jardim, principalmente para a produção de frutas e vegetais.

Com o gotejamento, a perda de água por evaporação é reduzida, proporcionando um melhor aproveitamento, além do baixo custo, fácil limpeza e reposição.

Pronto! Agora que você já conhece os principais tipos de sistemas de irrigação fica muito mais fácil escolher o ideal para sua plantação.

Não se esqueça de levar em consideração o tipo de planta que você irá regar, o seu armazenamento de água e o tamanho da área a ser irrigada para não ter problemas após a instalação.

Para isso, conte com um profissional capacitado para fazer um estudo aprofundado das necessidades hídricas e distribuição de chuvas da região, a cultura, solo e topografia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *